Raposas na cidade

A raposa (Vulpes vulpes) é um dos carnívoros mais bem sucedidos do mundo. Existe na Europa, Ásia e Norte de África, e foi introduzida na América do Norte e na Austrália. A capacidade de adaptação deste carnívoro é notável. Em resposta à perseguição movida pelos humanos (a raposa é uma espécie cinegética, isto é, que se pode caçar), reproduz-se antes de completar um ano de idade e em caso de necessidade aumenta o tamanho das ninhadas e a proporção do número de fêmeas.

Raposa (Vulpes vulpes). Tapada de Mafra

Continue reading

Era uma vez…

Raposa (Vulpes vulpes). Tapada de Mafra

Em 1988 a RTP estreou o desenho animado O Romance da Raposa, adaptação de Marcello de Moraes da obra homónima de Aquilino Ribeiro, incluída no Plano Nacional de Leitura. (Re)veja-a aqui ou oiça o audiobook aqui.

“Havia três dias e três noites que a Salta-Pocinhas – raposeta matreira, fagueira, lambisqueira – corria os bosques, farejando, batendo mato, sem conseguir deitar a unha a outra caça além duns míseros gafanhotos, nem atinar com abrigo em que pudesse dormir um soninho descansado”.

Aquilino Ribeiro in “O Romance da Raposa”

Lobito castanho

A parte superior das asas da borboleta lobito castanho (Pyronia bathseba) são, na verdade, cor de laranja. O padrão da parte inferior distingue esta espécie das outras duas Pyronia existentes em Portugal: a bathseba tem uma característica risca branca e pequenas manchas pretas.

A fase adulta termina no final de Julho. Encontra-se em áreas expostas ao sol perto de zonas arborizadas. A larva alimenta-se de gramíneas. É uma espécie mediterrânica, presente na Península Ibérica, França, Marrocos e Argélia. Tem cerca de 3,8 centímetros de envergadura.

Dama dama

As hastes espalmadas e a pelagem pintalgada distinguem o gamo (Dama dama) das duas outras espécies de cervídeos existentes em Portugal: o veado (Cervus elaphus) e o corço (Capreolus capreolus).

As hastes, ausentes nas fêmeas, caem todos os anos após a época de reprodução e podem alcançar 70 centímetros nos indivíduos mais velhos. Enquanto crescem as hastes estão cobertas por uma epiderme aveludada e são muito irrigadas por vasos sanguíneos. Quando o crescimento anual termina o veludo cai e revela a estrutura óssea.

Continue reading