Convento dos Capuchos: entre o despojo e a Natureza

“De todos os meus reinos, há dois lugares que muito estimo, o Escorial por tão rico e o Convento de Santa Cruz por tão pobre”.

Filipe I de Portugal

Fundado em 1560, o Convento de Santa Cruz, em Sintra, ficou popularmente conhecido como Convento dos Capuchos devido à indumentária – a capucha (lembra-se do capuz-de-frade?) – usada pelos frades franciscanos que o habitavam.

convento dos capuchos 1

Continue reading

Palácio de Queluz: seres de pedra, lendas e jardins

Vale bem a pena (re)visitar o Palácio de Queluz, Sintra, embora esta talvez não seja a melhor altura para o fazer, já que os tapumes das obras escondem o edifício principal. Ainda assim, há muito para ver, tanto no interior como nos vastos jardins geométricos que abundam no exterior.

palacio de queluz 1

Continue reading

O inimaginável Palácio da Pena (Sintra)

Não é difícil convencer um australiano “ocidental” a visitar Lisboa. O clima não serve de argumento, mas esgrima-se com a luz da cidade, o castelo, os bairros antigos, os Jerónimos, a comida, a vida nocturna… O mesmo não acontece com outros “australianos”, os que nasceram em países como Brasil, Colômbia e Argentina, que têm mais Sol do que nós e comida tão boa ou até melhor. É então que jogo a cartada “pequenez”, com tudo o que se pode ver a um passo de Lisboa. Sintra, é o ás de trunfo, com o Palácio da Pena à cabeça.

palacio da pena sintra 1 (1024x683)

Continue reading