O aperaltado abibe

O abibe-comum (Vanellus vanellus) já teve direito a um post na categoria “selos”. Nele referi que “o penacho espampanante e a plumagem verde e preta tornam o abibe-comum inconfundível. É mais abundante no Outono e no Inverno, mas existe em Portugal durante todo o ano, principalmente na metade sul do país, em prados junto a zonas húmidas. Mede 30 centímetros de comprimento”.

 Abibe-comum (Vanellus vanellus), Águas de Moura, Palmela

Continue reading

Assobiador – o sobreiro mais produtivo de Portugal

O sobreiro (Quercus suber) é, desde 2011, a Árvore Nacional de Portugal, país que é o maior produtor mundial de cortiça. Entre todos os sobreiros lusos há um que se destaca: o Assobiador. Porquê? Porque ele é, de longe, o maior produtor de cortiça.

Assobiador. Sobreiro (Quercus suber), Águas de Moura, Palmela

Continue reading

Festa das Vindimas – Palmela

A videira (Vitis vinifera) encontra condições excepcionais nos solos, clima e microclimas portugueses. O resultado é a existência de 285 castas nativas, que produzem vinhos de categoria mundial. Os romanos sabiam disso e não dispensavam os vinhos lusos. Os britânicos também, e em 1703 assinaram o Tratado dos Panos e Vinhos.

Festa das Vindimas, Palmela (3 de Setembro de 2013)

Continue reading