Dia do Amigo (20 de Julho)

Só hoje soube desta data, mas nem de propósito ontem não houve post porque passei o dia com amigos. O Dia do Amigo celebra-se a 20 de Julho no Brasil, Uruguai e Argentina. Em 2011 as Nações Unidas propuseram celebrar o Dia da Amizade a 30 de Julho.

Dedico esta foto a todos os “amigos” da Arca 😉

Santa Clara-a-Velha, Odemira

 

Andorinha-dos-beirais (uma das minhas bandas preferidas…)

A andorinha-dos-beirais (Delichon urbicum) é a mais conhecida das 5 espécies de andorinhas existentes em Portugal. Abundante no campo e nas cidades, é facilmente identificável pela cabeça e dorso preto-azulado, asas pretas, ventre branco e mancha branca nas costas, e pela cauda preta ligeiramente bifurcada. 

Continue reading

O Jaime, a canoa e os Huckleberrys

Houve quem duvidasse de que flutuaria, quanto mais de que aguentaria com o peso de dois adultos (um dos quais com mais de 90 kg). Jaime Pais, carpinteiro desde os 14 anos e construtor da embarcação feita de folhas de atabua (junco), sabia que funcionaria. É uma daquelas certezas que resulta de muitos anos de experiência a trabalhar as matérias-primas da Natureza.

Jaime Pais, Santa Clara-a-Velha, Odemira

Continue reading

Escaravelho-rinoceronte

Certo dia a mãe Natureza acordou toda bem disposta e pensou: “E se oferecesse aos frágeis insectos uma protecção para o corpo, como a pele rija que dei ao rinoceronte?”. Assim, usou um dos elementos mais duros que tinha à mão, a quitina, e transformou o primeiro par de asas de alguns insectos numa carapaça protectora. Entretanto, a boa disposição degenerou em traquinice:

Escaravelho-rinoceronte (Oryctes nasicornis), Santa Clara-a-Velha, Odemira

Continue reading

Santa Clara-a-Velha: o palco do Festival do Solstício

É já amanhã. De 21 a 23 de Junho a aldeia de Santa Clara-a-Velha, Odemira, recebe o Festival do Solstício. Nesta pequena povoação alentejana há muito para ver e descobrir – dos recantos acolhedores à fauna diversa, dos pormenores das casas à paisagem ribeirinha… Espreite a galeria em baixo e confirme.

Continue reading

A lagarta que protege o gado

O padrão amarelo e preto da lagarta da mariposa Tyria jacobaeae anuncia a sua perigosidade aos potenciais predadores. O sabor amargo e os componentes tóxicos (alcalóides) adquire-os através da planta de que se alimenta – a tasneira (Senecio jacobea), também conhecida por tasna ou erva-de-São-Tiago –, também ela tóxica e perigosa para o gado.

Lagarta da mariposa Tyria jacobaeae, Santa Clara-a-Velha, Odemira

Continue reading

“A minha cegonha tem três bicos”

Há enquadramentos curiosos. Neste ninho à entrada da aldeia de Santa Clara-a-Velha, Odemira, as três crias de cegonha-branca (Ciconia ciconia) estão perfeitamente alinhadas, mas com o bico em posições diferentes, o que cria este efeito bizarro. 

Cegonha-branca (Ciconia ciconia), Santa Clara-a-Velha, Odemira

Continue reading

Algures numa rotunda (1)

Esta quarta-feira já ia atrasado a caminho de Santa Clara-a-Velha, para preparar uma pequena colaboração da Arca com o Festival do Solstício, mas não resisti a parar e tirar algumas fotos numa rotunda da aldeia da Brunheira. Desconheço o propósito desta decoração, mas é uma maneira divertida e original de homenagear as gentes do campo e a agricultura tradicional, que é fundamental para preservar a biodiversidade.

Continue reading

Festival do Solstício

De 21 a 23 de Junho a aldeia de Santa Clara-a-Velha, Odemira, abrirá as portas a um festival diferente onde, além de workshops de gastronomia e de artes locais, haverá muita animação de rua, contacto com a natureza, música e oficinas de dança (ciganas, cabo-verdianas, israelitas, alentejanas, etc.).  Para conhecer o programa completo visite o site do Festival do Solstício, aqui. O evento é organizado pela  Pédexumbo (associação promotora do festival Andanças), Câmara Municipal de Odemira, Junta de Freguesia de Santa Clara-a-Velha e Junta de Freguesia de Sabóia.

Eis o palco do festival neste pequeno vídeo (realizado pelo nosso já conhecido Luís Miguel Fernandes):