Cobra-tigre… e um arrepio na espinha

O Lago Monger é circular. Na periferia há dois caminhos para peões e bicicletas: um exterior, o mais utilizado por todos os que usufruem do lago; um interior, em pior estado, menos frequentado e com zonas alagadas. Placas nas entradas do percurso exterior alertam: “Caution: snakes have been sighted in this reserve” (Cautela: avistaram-se cobras nesta reserva). O cartaz não especifica se são venenosas. Não precisa. Todas são.

tiger-snake_lake_monger Continue reading