Bordalo II e a “Arara do Bosque de Telheiras”

A arte urbana é efémera: ou as paredes vêm abaixo para dar lugar a novos edifícios, ou o sol gasta as cores levando a que surjam novas pinturas por cima das antigas. No caso da obra de Bordalo II há ainda que ter em conta as peças que vão desaparecendo. Na “Arara” de Telheiras, em Lisboa, falta já um pneu e algumas garrafas, mas ainda lá estão o banco e a ventoinha que ajudam a dar forma à escultura/pintura.

Continue reading

“Alice no País das Maravilhas”, em Odivelas

No livro de Lewis Carroll, Alice cai numa toca de coelho e entra no País das Maravilhas. Agora Alice está num túnel, junto à estação de metro de Odivelas, mas continua acompanhada de muitos personagens da estória, como o Coelho Branco, a Lagarta e o Gato de Cheshire. Esta peça carregada de pormenores é do artista Styler (aka, João Cavalheiro) e vale bem uma visita.

Continue reading

Bairro da Graça, Violant e Florbela Espanca

Esta peça de João Maurício (a.k.a. Violant) insere-se no projecto Passeio Literário da Graça, de 2014, que tem como objectivo homenagear e mostrar a obra de escritoras com ligação àquele bairro da capital e, ao mesmo tempo, intervir na paisagem urbana. As escritoras são: Natália Correia, Angelina Vidal, Sophia de Mello Breyner Andresen e Florbela Espanca.

violant - tree of knowledge-2 (683x1024)

Continue reading

Quinta do Mocho: projecto “O Bairro i o Mundo”

No sábado passado visitei as cerca de 30 obras de arte – pintadas, graffitadas ou esculpidas em empenas de prédios de três andares – que decoram a Quinta do Mocho, em Sacavém, Loures. A visita decorreu no âmbito do projecto “O Bairro i o Mundo”, iniciativa da Câmara Municipal de Loures e da Associação Teatro Ibisco, que  quer acabar com o estigma associado a este bairro social, “mostrando o bairro ao mundo e trazendo o mundo ao bairro”.

quinta do mocho o bairro i o mundo 1

Continue reading

Os Fortes abandonados da Trafaria (Almada)

Todos os anos largos milhares de banhistas rumam à Costa da Caparica, em Almada. A maioria já terá visto a enorme arriba que se eleva a algumas centenas de metros das praias, mas poucos saberão que, lá no alto, ali para os lados da Trafaria, ela esconde três fortes que asseguravam a defesa de Lisboa. Actualmente estão votados ao abandono.

fortes trafaria 1

Continue reading