MAAT – Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia

As ondulantes paredes do MAAT – Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia reflectem as cores do céu e das águas do Tejo. Inaugurado em 2016, um dos aspectos originais desta obra da arquitecta britânica Amanda Levete é o acesso livre à cobertura do edifício, que permite vistas inesperadas para a ponte, rio, Lisboa e para o adjacente Museu da Electricidade, em Belém.

Continue reading

As casas nas praias da Costa da Caparica

Suponho que as casas nas praias da Costa da Caparica, em Almada, fossem de pescadores e que muitas ainda sejam, ainda que algumas pareçam ocupadas por turistas. As cores vivas em várias destas habitações indiciam reabilitações recentes. O maior luxo destas estruturas é, sem dúvida, o sair da porta e estar com os pés na praia.

Continue reading

Terraços do Carmo: paisagem geométrica

O incêndio que devorou o Chiado, em Lisboa, já tem uns aninhos: foi em 1988. Este mês a inauguração dos Terraços do Carmo assinalou o fim da intervenção idealizada pelo arquitecto Siza Vieira. Resultado? Os detalhes geométricos do projecto são, sem dúvida, visualmente apelativos, como nesta primeira imagem, em que a R. do Carmo surge como um terceiro patamar, ainda que desenhado a ‘preto’, e não a ‘verde’.

lisboa carmo 1

Continue reading

Convento dos Capuchos: entre o despojo e a Natureza

“De todos os meus reinos, há dois lugares que muito estimo, o Escorial por tão rico e o Convento de Santa Cruz por tão pobre”.

Filipe I de Portugal

Fundado em 1560, o Convento de Santa Cruz, em Sintra, ficou popularmente conhecido como Convento dos Capuchos devido à indumentária – a capucha (lembra-se do capuz-de-frade?) – usada pelos frades franciscanos que o habitavam.

convento dos capuchos 1

Continue reading

Palácio de Queluz: seres de pedra, lendas e jardins

Vale bem a pena (re)visitar o Palácio de Queluz, Sintra, embora esta talvez não seja a melhor altura para o fazer, já que os tapumes das obras escondem o edifício principal. Ainda assim, há muito para ver, tanto no interior como nos vastos jardins geométricos que abundam no exterior.

palacio de queluz 1

Continue reading

Os Fortes abandonados da Trafaria (Almada)

Todos os anos largos milhares de banhistas rumam à Costa da Caparica, em Almada. A maioria já terá visto a enorme arriba que se eleva a algumas centenas de metros das praias, mas poucos saberão que, lá no alto, ali para os lados da Trafaria, ela esconde três fortes que asseguravam a defesa de Lisboa. Actualmente estão votados ao abandono.

fortes trafaria 1

Continue reading

Bem-vindos a Chinatown

A Chinatown de Perth, Austrália, ocupa três ou quatro ruas paralelas do bairro de Northbridge. Não é uma chinatown típica de filme de Hollywood: as ruas são amplas, não é uma área residencial, a arquitectura da grande maioria dos estabelecimentos comerciais é ocidental – quase se diluem entre as lojas, cafés e restaurantes australianos -, apenas reconhecíveis pelos letreiros em caracteres chineses, aqui e ali bordados a néon ou acompanhadas por estátuas de budas e dragões.

chinatown perth 1

Continue reading

Avieiros: história e preservação da memória

O saveiro era um dos barcos que tinha de entrar no livro “Barcos – Mar de Imagens e Palavras”. (re)Descobri-o quando escrevi uma reportagem sobre os avieiros do Tejo. Em baixo encontra o texto integral, que foi publicado em 2009 na revista Gingko. Desta vez ilustram-no fotografias que tirei na aldeia da Palhota.

palhota 0

Continue reading