Terraços do Carmo: paisagem geométrica

O incêndio que devorou o Chiado, em Lisboa, já tem uns aninhos: foi em 1988. Este mês a inauguração dos Terraços do Carmo assinalou o fim da intervenção idealizada pelo arquitecto Siza Vieira. Resultado? Os detalhes geométricos do projecto são, sem dúvida, visualmente apelativos, como nesta primeira imagem, em que a R. do Carmo surge como um terceiro patamar, ainda que desenhado a ‘preto’, e não a ‘verde’.

lisboa carmo 1

Continue reading

Natureza e cor na Festa do Japão

No sábado passado realizou-se a 4.ª edição da Festa do Japão, em Lisboa, organização da Embaixada do Japão. Cheguei depois da demonstração de Ikebana (arte floral japonesa) e saí antes do Origami e dos tambores, mas ainda assisti às demonstrações de artes marciais. No entanto, os inúmeros “ocidentais” com vestes de alguma forma relacionada com a cultura japonesa chamavam bem mais à atenção do que os desportistas de kimono branco. Parece que no final do dia houve uma espécie de concurso para eleger a melhor “vestimenta”… Para o ano há mais.

festa do japao 1

Continue reading

O escaravelho-vermelho e as palmeiras decepadas

Aterrou na minha varanda, mas não me lembrava da sua cara trombuda. Espreitei um guia de insectos da Europa e… nada. Finalmente, lá o descobri, numa página do Flickr dedicada a insectos. Dá pelo nome de escaravelho-vermelho, Rhynchophorus ferrugineus, é originário da Ásia, mas já existe em África e na Europa. E é o responsável pelo cenário desolador das palmeiras que se encontram decepadas de Norte a Sul do país e na Madeira.

escaravelho palmeira 1

Continue reading

Uma pausa com Thoreau

“We need the tonic of wildness… At the same time that we are earnest to explore and learn all things, we require that all things be mysterious and unexplorable, that land and sea be indefinitely wild, unsurveyed and unfathomed by us because unfathomable. We can never have enough of nature”.

Henry David Thoreau, em Walden: Or, Life in the Woods

azenhas do mar-3 (1024x683)

Borboleta da sardinheira – uma espécie “nova” em Portugal

Existe em Portugal há mais ou menos 15 anos. Originária da África do Sul, a exótica borboleta-do-gerânio (ou borboleta-da-sardinheira) – Cacyreus marshalli – terá entrado na Europa em 1990, à boleia de um carregamento de gerânios com destino a Espanha.

borboleta geranio 1

Continue reading