Bairro da Graça, Violant e Florbela Espanca

Esta peça de João Maurício (a.k.a. Violant) insere-se no projecto Passeio Literário da Graça, de 2014, que tem como objectivo homenagear e mostrar a obra de escritoras com ligação àquele bairro da capital e, ao mesmo tempo, intervir na paisagem urbana. As escritoras são: Natália Correia, Angelina Vidal, Sophia de Mello Breyner Andresen e Florbela Espanca.

violant - tree of knowledge-2 (683x1024)

A “Tree of Knowledge” de Violant situa-se na R. Natália Correia, mas os versos que escorrem nas páginas do cogumelo do conhecimento são de Florbela Espanca:

violant - tree of knowledge-5 (1024x616)

 “E o meu coração que tu não sentes,

 Vai boiando ao acaso das correntes,

 Esquife negro sobre um mar de chamas…”, do poema Frémito do meu corpo a procurar-te

violant - tree of knowledge-4 (683x1024)

“Árvores! Não choreis! Olhai e vede:

– Também ando a gritar, morta de sede,

 Pedindo a Deus a minha gota de água!”, do poema Árvores do Alentejo

violant - tree of knowledge-7 (1024x683)

Related posts / Posts relacionados: