O colorido Bairro do Chinelo

O Bairro do Chinelo fica a escassas dezenas de metros do Palácio Nacional de Queluz, em Sintra, e pertence à Zona de Protecção Especial deste. No século XVIII o bairro acolhia gente que trabalhava no Palácio, mas também tinha cavalariças e oficinas.

bairro do chinelo 1

Uma destas oficinas produzia chinelos, os quais acabaram por dar nome ao bairro. Em finais do século XIX chegam novos moradores. Um deles, o Conde de Almeida Araújo, manda construir uma rua que hoje tem o seu nome. Aliás, o próprio bairro é “oficialmente” conhecido por Bairro Almeida Araújo.

bairro do chinelo 2

É um lugar pequenito, mas já passou muitas agruras. Parece que logo em 1807 o general Junot destruiu as casas que ali já existiam. Depois foi D. Maria que mandou demolir mais casas, mas desta vez para construir outras melhores. Em 1957 sofreu uma “remodelação” para inglês NÃO ver. Na verdade, foi para “inglesa” não ver. A inglesa era a Rainha que se preparava para visitar o Palácio. A estética do bairro não agradou a Salazar que, para o esconder dos olhos da Rainha, mandou plantar umas árvores e construir um muro para tapá-lo.

bairro do chinelo 3

Hoje o Bairro do Chinelo é bem agradável à vista, garrido, cuidado e, aparentemente, apenas a precisar de uns retoques aqui e ali.

bairro do chinelo 4 bairro do chinelo 5 bairro do chinelo 6 bairro do chinelo 7 bairro do chinelo 8 bairro do chinelo 9 bairro do chinelo a 10 bairro do chinelo a 11 bairro do chinelo a 12 bairro do chinelo a 13

Related posts / Posts relacionados:

2 thoughts on “O colorido Bairro do Chinelo

Comments are closed.