Kings Park Festival: histórias de plantas contadas – imagine-se – em Português

O Kings Park & Botanic Garden (Parque dos Reis e Jardim Botânico) é o parque mais emblemático de Perth, Austrália. Em Setembro, início da Primavera no Hemisfério Sul, acolhe um festival com várias actividades que celebram a chegada da Primavera.

kings park walks and talks 1

As visitas guiadas (efectuadas por mais de 120 voluntários) atraem inúmeros visitantes, desejosos de saber mais sobre plantas. Este ano, e pela primeira vez, realizou-se uma visita apresentada em Português.

kings park walks and talks 2 (1024x683) kings park walks and talks 3

Este ano, e pela primeira vez, realizou-se uma visita apresentada em Português. Fernanda é brasileira e trabalha no Kings Park. Ela foi a cicerone do passeio em que partilhou várias histórias e particularidades das plantas do jardim com o grupo de portugueses e brasileiros que, na passada terça-feira, participou na visita.

kings park walks and talks 5 kings park walks and talks 6 Fernanda

Eis três delas:

Acácia Orelhas-de-Elefante

Começo por uma curiosidade: as folhas da Acacia dunnii (“Elephant ear wattle”) assemelham-se às orelhas dos elefantes.

Elephant ear 1 (683x1024) elephant ear 2

elephant ear 3 elephant ear 4

Faltavam as boas-vindas

Durante anos os baobás (Adansonia gregorii) do Kings Park não produziram frutos. Em 2008 um baobá gigante, conhecido por Gija Jumulu, empreendeu uma viagem épica: percorreu 3 200 quilómetros de Warmun – em Kimberly – até Perth. Uma autêntica proeza para esta árvore com 750 anos, 14 metros de altura e 32 toneladas. A viagem salvou-lhe a vida, já que seria cortada para dar lugar à Grande Auto-estrada do Norte da Austrália Ocidental.

giant baobab kings park 1

Os terrenos onde cresceu pertenciam aos Gija, aborígenes que valorizam bastante os frutos desta árvore pelo alimento, água e propriedades terapêuticas. Assim, antes da partida, realizaram uma cerimónia de despedida.

baobab fruit giant baobab kings park 2

À chegada, uma outra cerimónia – a do fumo – deu as boas-vindas à enorme planta. Não se sabe se foi pelo fumo, pela reverência dispensada a tão vetusto espécime, ou apenas pela sua imponente presença, mas a verdade é que desde então, todos os baobás do parque começaram a produzir frutos.

baobab kings park

 

A flor que só vive um dia

Como cheguei antes da hora da visita aproveitei para passear pelo jardim e tirar algumas fotografias do imenso colorido criado pelas flores. Uma delas, a Bandeira Roxa (“Purple Flag”, Patersonia occidentalis), destaca-se pela cor e delicadeza do caule e folhas.

purple flag 1

Captei algumas perspectivas da flor, mas não dei grande importância aos “penduricalhos” secos sob as pétalas.

purple flag 2 purple flag 3

Durante a visita, Fernanda explicou que cada pendente é uma flor murcha, e que cada flor nasce e morre no mesmo dia. Talvez para compensar esta existência efémera, a planta produz flores ao longo de todo o ano.

purple flag 4

Related posts / Posts relacionados:

2 thoughts on “Kings Park Festival: histórias de plantas contadas – imagine-se – em Português

Comments are closed.