Surf no Guincho (Allianz Cascais Pro)

O destaque do fim-de-semana desportivo nacional vai inteirinho para dois portugueses que brilharam lá fora: Rui Costa, que venceu o Mundial de Ciclismo, em Florença, Itália; e João Sousa, que ao vencer na Malásia, em Kuala Lumpur, tornou-se o primeiro tenista português a ganhar um torneio do circuito ATP.

Por cá, a 5.ª e última etapa da Liga Moche sagrou dois novos campeões nacionais de surf – Frederico Morais e Carina Duarte –, desporto que, como poucos, os humanos praticam em fluída harmonia com a Natureza.

Liga Moche. Allianz Cascais Pro. Setembro de 2013. Praia do Guincho

Continue reading

Nuvens fotogénicas (15): Cumulus com pileus

Na sexta-feira passada bastava olhar para o céu para “adivinhar” o mau tempo deste fim-de-semana. Como? Várias nuvens baixas apresentavam uma espécie de chapéu por cima, o qual é indicador do rápido crescimento da nuvem e da aproximação de uma tempestade.

Cumulus com pileus, Odivelas (Setembro de 2013)

Continue reading

Observação de golfinhos – e não só – em Sagres (post convidado)

Texto e ilustração: Miguel Appleton Fernandes (16 anos, estudante, 11º ano da área de Ciências e Tecnologias, Salesianos de Lisboa)

Dia 4 de Setembro cheguei a Sagres, acompanhado de alguns familiares. No porto da Baleeira, várias empresas realizam actividades de observação de espécies marinhas (nomeadamente cetáceos e tubarões, entre outros). Na empresa Mar Ilimitado, conhecemos as três biólogas que coordenam as actividades desta empresa e, antes de embarcarmos, foi-nos feito um briefing sobre as espécies mais avistadas (no verão, altura de maior actividade da empresa) junto à costa, sendo elas, por ordem decrescente de avistamentos: o golfinho-comum, o roaz, a baleia-anã e o boto.

Golfinho-comum (Delphinus delphis), Sagres. Foto: Cristina Appleton Fernandes

Continue reading

Paineira em flor

Quando aqui falei da paineira (Ceiba speciosa) de Odemira – exemplar classificado de Interesse Público – referi que a floração ocorria entre Setembro e Novembro. Hoje, ao passar em Belém (Lisboa), lá estavam as lindas flores destas árvores a colorir um dia muito cinzento (estão várias em frente ao Centro Cultural de Belém, com vista para os Jerónimos).

Paineira (Ceiba speciosa), Belém, Lisboa

Continue reading

Fungos (Selos – URSS)

URSS – União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (1964). Série incompleta (falta o selo de 12 kopeks).

Curiosidade: Há uns meses (julgo que numa saída de campo organizada pelo Grupo Flamingo), alguém referiu que, em Portugal, muitas das intoxicações resultantes da ingestão de cogumelos silvestres não comestíveis ocorrem com cidadãos provenientes da Europa de Leste. Isto porque, embora estejam habituados a reconhecer os cogumelos comestíveis no país de origem, cá existem espécies muito semelhantes, mas não comestíveis.

Continue reading

Vencedores do concurso de fotografia da Zoological Society of London

A Zoological Society of London (ZSL) anunciou anteontem os vencedores da segunda edição do Animal Photography Prize 2013. Esta entidade sem fins lucrativos dedica-se ao estudo e conservação de animais em vários países e possui dois jardins zoológicos – um em Londres (onde, a partir de hoje, as melhores fotos do concurso estão em exposição) e outro em Whipsnade.

A giant trophy for a small ant” (Um troféu gigante para uma pequena formiga). Vencedor da categoria “Size Matters” (“O tamanho importa”). Foto: Benace Mate/ZSL

Continue reading

Papa-moscas-preto, a ave que anuncia o final do Verão

Setembro e Outubro são os melhores meses para observar o papa-moscas-preto (Ficedula hypoleuca), ave que permanece nos parques e jardins das cidades até Novembro. Como referi a propósito do outro papa-moscas, o cinzento, os machos de F. hypoleuca são pretos e fáceis de identificar (ainda não os vi), mas as fêmeas das duas espécies são facilmente confundíveis.

Papa-moscas-preto (Ficedula hypoleuca), fêmea. Parque das Conchas, Lisboa

Continue reading

Andanças 2013: Festa na Floresta

Estranhar a mudança é humano. O novo local do Andanças e a inevitável comparação com Carvalhais, S. Pedro do Sul, foi tema de muitas conversas no recinto do festival, junto à barragem de Póvoa e Meadas, Castelo de Vide. Veredicto? Ambos os locais têm prós e contras, mas a decoração nocturna do novo espaço acrescenta uma dimensão quase mágica ao evento. Mas há outras razões para enaltecer a opção Castelo de Vide.

Continue reading

Escaravelho-enrola-bosta vence Ig Nobel

Depois de tanta atenção mediática a vitória era previsível. A equipa de cientistas de universidades suecas e sul-afriacanas que descobriu que o escaravelho-enrola-bosta-africano pode orientar-se seguindo a Via Láctea venceu o Ig Nobel de Astronomia e Biologia 2013. Os autores publicaram os resultados na revista Current Biology.

Fotos: Bruno Gilli/ESO; Current Biology

Continue reading

Era uma vez um sapo que queria ser astronauta

Na verdade, não queria. Estava apenas a tratar da sua vidinha numa piscina cuja água serve para apagar eventuais fogos após o lançamento dos engenhos espaciais. Neste caso foi a ignição dos foguetões da sonda LADEE (Lunar Atmosphere and Dust Environment Explorer), que decorreu no dia 6 de Setembro, na Virgínia, que catapultou o pobre anfíbio a muitos metros de altura. A NASA já confirmou a autenticidade da fotografia, esclarecendo que foi captada por uma câmara activada pelo som. Falta saber se reagiu ao barulho dos motores ou ao grito do sapo.

Foto: Wallops Flight Facility/NASA 

E o animal mais feio do planeta é…

… o peixe-gota! A votação decorreu online no site da Sociedade para a Preservação dos Animais Feios (Ugly Animal Preservation Society), com o intuito de eleger a mascote desta ONG.

O peixe-gota (Psychrolutes marcidus) venceu com 795 votos (veja aqui uma galeria com os outros vencedores). Esta criatura gelatinosa, com cerca de 30 centímetros, vive a 800 metros de profundidade na costa australiana e está em risco de extinção devido à pesca de arrasto.

Peixe-gota (Psychrolutes marcidus). Foto: Greenpeace