Esculpir com motosserra (Andanças 2013)

Parece impossível que os contornos delicados daquelas belas figuras de animais e de humanos extraídos da madeira resultem de algo tão rude como uma motosserra.

No entanto, é mesmo isso que acontece, ali bem à frente dos nossos olhos, graças ao talento de Nelson Ramos, 40 anos, entalhador e escultor de madeira.

Peça de Nelson Ramos. Andanças, Castelo de Vide (Agosto de 2013)

Continue reading

“Refrescar” – Andanças 2013 (nova galeria)

Espreite a nova galeria – “Refrescar” – em Perspectivas.

Há quem abra a boca para se refrescar. Os humanos têm várias estratégias: usam menos roupa; ligam ventoinhas e ar condicionado; comem gelados e ingerem bebidas frescas; e vão a banhos – na praia, no rio, na piscina ou, neste caso, no jacto de uma mangueira.

Festival Andanças, Agosto de 2013, Castelo de Vide

(Nota: Se algum dos “refrescados” quiser que retire a sua foto basta contactar-me)

“I have a dream” – 50º aniversário

Racismo é estupidez. A nossa cor apenas define a latitude onde viveram os nossos antepassados e a correspondente adaptação à exposição solar.

“I have a dream that my four little children will one day live in a nation where they will not be judged by the colour of their skin but by the content of their character.

I have a dream today!”, Martin Luther King, Washington, 28 de Agosto de 1963

(“Eu tenho um sonho que os meus quatro pequenos filhos viverão um dia numa nação onde não serão julgados pela cor da sua pele, mas pela qualidade do seu carácter. Eu tenho um sonho, hoje!”)

Mapa das cores de pele indígenas

Continue reading

Andanças 2013 – um pequeno contributo

Regressei do Andanças com alguns momentos, histórias e paisagens para partilhar. Para já, agradeço à equipa que faz o jornal do festival a oportunidade que me deu para publicar uma fotografia nessa publicação e, assim, ter o prazer de contribuir para a grande festa que é o Andanças.

Eis a foto original:

Festival Andanças 2013, Barragem de Póvoa e Meadas, Castelo de Vide

V. A. N. T. – Agricultura e festas na praia

Por vezes passo os olhos pela revista da Ordem dos Engenheiros – a Ingenium – onde, confesso, pouco mais leio do que a crónica do matemático Jorge Buescu (autor de vários, acessíveis e interessantes livros de divulgação científica). Ontem vi a edição de Maio-Junho e “reconheci” um objecto numa das imagens. Vira algo semelhante dias antes, numa festa de final de tarde na praia (festas conhecidas por “Sunset”), no Algarve. Dá pelo nome de VANT – Veículo Aéreo Não Tripulado).

VANT na festa do Nosolo Agua, Portimão

Continue reading

Dia Mundial de dois hominídeos

Hoje celebra-se o Dia Mundial do Humanitário e o Dia Mundial do Orangotango (Pongo sp.). O primeiro, criado em 2008 pelas Nações Unidas, homenageia todos os funcionários desta organização que perderam a vida em missões humanitárias. O segundo, sensibiliza-nos para a necessidade de proteger estes hominídeos – cujo nome de origem malaio significa “pessoas da floresta” e com os quais partilhamos 97% de ADN –, que estão à beira da extinção devido às actividades de outro hominídeo: nós, os humanos.

Orangotango-de-Sumatra (Pongo abelii), Lisboa (Dezembro de 2012)

Continue reading

Recordar o Solstício e rumar ao Andanças

Começa amanhã (19 de Agosto) e prolonga-se até Domingo (25 de Agosto) o maior festival realizado no nosso país de danças e músicas tradicionais de todo o mundo. Nesta 18ª edição o Andanças mudou de morada: deixou as belas paisagens de Carvalhais, S. Pedro do Sul, e rumou ao Alentejo, à convidativa região de Castelo de Vide, junto à barragem de Póvoa e Meadas.

Festival do Solstício, Santa Clara-a-Velha (Junho de 2013)

Continue reading

Olinguito: novo carnívoro, velho conhecido

Nos anos 60 e 70 do século passado Ringerl, uma fêmea adulta, andou de zoo em zoo (Louisville, Tucson, Smithsonian e Bronx) pela mão de bem intencionados tratadores que a emparelhavam com olingos machos, mas sempre sem conseguir engravidar. Ontem, um artigo publicado na ZooKeys, desvendou o mistério da “infertilidade” de Ringerl: ela não era um olingo, mas sim um olinguito (Bassaricyon neblina), nova espécie de mamífero carnívoro descoberta no Novo Mundo nos últimos 35 anos.

Ringerl, a donzela. Foto: Poglayen-Neuwall, 1976, Zoo de Louisville

Continue reading

A não-baptizada borboleta-de-pintas-carmesim

O rosa-choque da flor do loendro ofusca as delicadas pintas pretas, laranja e carmesim da borboleta Utetheisa pulchella. Não encontro o nome comum português deste insecto da sub-família Arctiinae, mas tanto os ingleses como os espanhóis chamam-lhe “carmesim-manchado” (Crimson-speckled e crimson manchado, respectivamente). 

Utetheisa pulchella, Carvoeiro, Algarve

Continue reading