Punk Jurássico

O paleontólogo Hans-Dieter Sues garante que descobrir um novo membro da família Heterodontosauridae não é um feito extraordinário, mas que o trabalho minucioso sobre a alimentação deste grupo é. Sues refere-se ao artigo publicado ontem no jornal online ZooKeys, onde Paul Sereno, da Universidade de Chicago, descreve uma nova espécie que viveu há 200 milhões de anos – o Pegomastax africanus. Não será extraordinário, mas este réptil mais pequeno que um gato é, sem dúvida, surpreendente.

 

 Imagem: Todd Marshall

Os dentes “vampíricos” serviam principalmente como mecanismo de defesa, já que a espécie alimentava-se de plantas, as quais rasgava com o seu “bico de papagaio”. As penas que cobriam o corpo davam-lhe um ar de porco-espinho.

O Pegomastax, que significa “mandíbula grossa”, foi encontrado em África, nos anos 60.

Imagem: Erin Fitzgerald

Related posts / Posts relacionados: