Mais um crime ambiental

O Governo autorizou a construção de um empreendimento turístico com 4.000 camas e campo de golfe SOBRE 359 hectares da Lagoa dos Salgados.

Esta lagoa é uma das zonas húmidas mais importante do Algarve e, por ali nidificarem 45 espécies de aves, é reconhecida como IBA (Important Bird Area) pela BirdLife Internacional. Muitas destas espécies têm estatuto de ameaçadas, pelo que, se o Governo aplicasse a legislação europeia vigente, nomeadamente as Directivas Aves e Habitats, os Salgados já estariam classificados como área protegida.

A lagoa atrai turistas de todo o mundo que, além do sol e das praias, são apaixonados pela observação de aves.

Quem conhece o espaço em volta, ou qualquer outra parte do Algarve, sabe que não são necessários mais empreendimentos turísticos e campos de golfe (os existentes já desviam ilegalmente água da lagoa).

A autorização para urbanizar os Salgados é incompreensível à luz do interesse económico do país, do desenvolvimento sustentável, da legislação comunitária e do bem-estar dos cidadãos.

Por isso a associação ambientalista Almargem já apresentou uma queixa à Comissão Europeia contra o Estado Português por este não ter aplicado, “em devido tempo, o direito comunitário em matéria de conservação da natureza, em particular a directiva Aves”.

A Almargem fez o papel dela, cabe-nos a nós fazer o nosso: partilhar esta informação e assinar a petição online, em avaaz.org.

A quem é que o Governo autorizou este empreendimento? Ao grupo Galilei (ex-Sociedade Lusa de Negócios), empresa que, lembra a Almargem, “ficou associada aos escândalos do BPN, recentemente condenado pelo Banco de Portugal”.

Related posts / Posts relacionados:

2 thoughts on “Mais um crime ambiental

  1. O governo só sabe aplicar na integra as diretivas europeias que interferem negativamente na vida dos portugueses…de resto faz vista grossa…não sabe, não viu, não estava lá… o que é preciso é acabar com tudo o que pode ser interessante no país e enriquecer ainda mais as grandes empresas de construção e alguns dos seus representantes. Tudo o resto +e fogo de artificio!!!!

    • Maria, esperemos que a queixa da Almargem e a petição – que já tem mais de 10.000 assinaturas – ajudem a travar esta urbanização.

Comments are closed.